1. Conforto é saúde para os pés

    Publicado por boaonda em 23 de abril de 2012

    O cuidado com os pés é um fator importante para garantir uma boa saúde. Além das medidas estéticas como hidratação e pedicure, é necessário tomar cuidado com o tipo de calçados que estamos usando para evitar problemas ortopédicos e musculares. Você sabia que existem tipos diferentes de pé, e que cada um tem um modelo de calçado recomendado?

    De acordo com a doutora em biomecânica Isabel Sacco, em uma reportagem feita pelo programa “Bem estar” em 31 de agosto de 2011, publicada pelo G1, existem 3 tipos de pés dominantes que devem ser levados em consideração na hora de calçar um sapato.

    Image

    Uma das recomendações de profissionais da ortopedia, são palmilhas macias e anatômicas, que se adaptam aos pés garantindo conforto, como as palmilhas desenvolvidas pela boaonda.

    Além do conforto a boaonda se preocupa com o bem estar e a saúde. Todas as palmilhas boaonda vem com um sistema que previne fungos e bactérias, deixando os pés livres de odores.

    Image

    Confira algumas dicas dadas pela doutora Isabel para manter seus pés saudáveis.

    1 – Hidrate-os
    As células da superfície da pele absorvem o hidratante e ficam mais saudáveis. Quando você deixa o pé seco, ele se machuca e abrem pequenas rachaduras, que servem de porta de entrada para bactérias. O creme evita essas fissuras, e há duas coisas importantes para observar na hora de comprar um hidratante. Primeiro, eles devem conter, preferencialmente, lanolina e vaselina. Além disso, é bom evitar passar muita lixa, porque isso aumenta a calosidade e engrossa a sola.

    2 – Observe-os ao final do dia
    Ficar atento a calos, bolhas e manchas avermelhadas pode ajudar você a entender se está usando um sapato adequado ou não. Se perceber que o sapato está deixando o pé marcado, pode ser um sinal de que precisa mudar de calçado. Às vezes, aumentar ou melhorar a amarração já pode ser suficiente.

    3 – Opte pelo sapato mais flexível
    Na hora de comprar um calçado, uma boa dica é sempre optar pelo mais maleável. Borracha dura e solados muito rígidos são problemas que prejudicam a todos, mas ainda mais quem anda muito. O movimento anatômico do sapato na hora de mover o pé é imprescindível.

    4 – Para caminhadas, use amortecedor
    Na hora de escolher um sapato para caminhar ou correr, é fundamental perceber se ele tem amortecedor. Quando você caminha, seu corpo recebe impacto. No dia a dia, amortecer essa pressão é importante, ainda mais para quem corre ou caminha por muito tempo ou para quem está começando.

    5 – Ande mais descalço
    Andar descalço é bom porque preserva a saúde dos pés e mantém os músculos ativos, as articulações móveis e as juntas saudáveis. O pé é tão vivo quanto suas coxas, pernas e braços. Pé dentro de calçado fica “enjaulado”, com pouca possibilidade de se mexer. Pode-se andar descalço com meia, para quem não gosta de caminhar com os pés diretamente no chão. Só é preciso cuidar com os idosos, que tendem a escorregar mais. Por isso, eles precisam de sapatos antiderrapantes.

     

     

     

    (informações e tabela retiradas do site www.g1.globo.com/bemestar )