1. Tipo de calçado: Tamanco ou Clog

    Publicado por boaonda em 31 de janeiro de 2012

    Os tamancos (ou clogs), também são conhecidos por tamanco babuche ou holandês, por se parecerem muito com os calçados holandeses, sua principal característica é o solado pesado de madeira, com tachas em sua lateral que prendem o material que cobre o peito do pé, são encontrados de vários materiais como couro, camurça e tecido.

    O tamanco é um tipo de sapato que combina com um ar mais despojado e casual. Usar tamancos sem estragar todo o “look” é sempre um grande desafio.

    Tipo de calçado: Tamanco ou Clog

    Veja algumas dicas de como usar tamancos:

    - Calcanhar sem rachaduras: Como o tamanco é um tipo de sapato que deixa os calcanhares à mostra, eles precisam estar em dia, lisos e sem rachaduras. Por isso, cuide dos seus pezinhos com produtos adequados.

    - Evite usar tamanco com meia: O tamanco por não prender no tornozelo é um sapato que facilita tropeços, viradas do pé. Meia o deixa mais escorregadio e o andar deselegante. Há uma tendência grande em começar a arrastar os pés quando se o coloca a meia com tamanco.

    - Compre o tamanho certo do tamanco: Certifique-se que o seu pé não está sobrando e pulando para fora do tamanco.

    - Tamancos são ótimos para viagens: Você pode retirá-lo ou trocá-lo por outro facilmente.

    - Ocasiões formais não combinam com tamancos: Nem pense em usar esse tipo de sapato com vestidos de festa ou em qualquer reunião formal, mesmo que seja de trabalho.

    - Trabalho e tamanco não combinam: Não vá de tamanco para o trabalho! Muito informal. Exceção para quem tem flexibilidade para “looks mais casuais”.

    Optar por um look despojado e casual não quer dizer que é sem estilo. Com a vestimenta certa pode fazer qualquer mulher “arrasar Paris em chamas”!


  2. Tradição dos Pés Pequenos

    Publicado por boaonda em 16 de janeiro de 2012

    Você Sabia?

    Cada país possui o seu padrão de beleza. No Japão, o padrão de beleza feminino é a mulher ter os pés pequenos. Quanto menores os pés, mais bonita é a mulher.

    Para conseguirem os tão desejados pés pequenos, as japonesas se submetem a sacrifícios extremos. Muitas usam sapatos muito pequenos, forçando os pés a ficarem em um tamanho menor.

    O preço para isso é caro. As mulheres ficam com os pés deformados devido ao uso de sapatos muito pequenos.


  3. Tipos de Pisada

    Publicado por boaonda em 21 de dezembro de 2011

    O que diferencia as pisadas é a maneira como o pé toca o calcanhar e “rola” pelo chão até impulsionar o corpo com a ponta dos pés.

    Foto: Tipos de Pisada

    a) PISADA NEUTRA: onde se inicia o contato com o solo do lado externo do calcanhar e então ocorre uma rotação moderada para dentro de modo uniforme, terminando a passada no centro da planta do pé (o impulso é dado pelo apoio dos três primeiros dedos).

    b) PISADA PRONADORA: onde a pisada também se inicia do lado externo do calcanhar, ou algumas vezes um pouco mais para a parte interna, para então ocorrer uma rotação acentuada do pé para dentro, terminando a passada perto do dedão.

    c) PISADA SUPINADORA: onde a pisada inicia no calcanhar do lado externo e se mantêm o contato do pé com o solo do lado externo, terminando a pisada na base do dedinho (o impulso é concentrado nos últimos dedos).


  4. Reflexologia

    Publicado por boaonda em 16 de dezembro de 2011

    A reflexologia baseia-se no principio de que existem áreas, ou pontos reflexos nos pés e nas mãos que correspondem a cada orgão, glândula e estrutura no corpo. Ao trabalhar nesses reflexos, reduzimos a tensão em todo o corpo. A energia está sempre fluindo atraves de canais ou zonas no corpo, que terminam formando os pontos reflexos nos pés e mãos. Todavia, as zonas reflexas dos pés são mais fáceis de localizar porque cobrem uma área maior e são mais específicas, tornando mais fácil trabalhar com elas.

    Foto: Reflexologia

    O principal benefício da reflexologia é o relaxamento. Ao reduzir a tensão, tambem melhora a irrigação sanguinea, faz aflorar um funcionamento nervoso desimpedido, restabelece a harmonia entre todas as funções do corpo e combate o seu estresse.

    A pressão é aplicada nas áreas reflexas com os dedos das mãos e usando técnicas específicas, provocando mudanças fisiológicas no corpo, na medida em que o próprio potencial de cura do organismo é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para conquistar e manter uma saúde melhor.


  5. Cuidados ao usar sapatos fechados

    Publicado por boaonda em 14 de dezembro de 2011

    Não há mulher que não se preocupe com os pés no verão. Sandálias altas ou rasteiras deixam o membro à mostra. E quando os dias frio chegam, muita gente se esquece de olhar para eles, uma vez que calçados fechados tomam conta das atenções femininas.

    Mas cuidado: apesar do ar elegante que proporcionam, alguns sapatos podem trazer prejuízos à saúde dos pés, que ficam muito tempo sem respirar.

    Foto: Cuidados ao usar sapatos fechados

    Entre as principais queixas estão os problemas relacionados com a ação dos fungos. Esses micro-organismos se aproveitam do calor e da umidade presentes nos sapatos sem ventilação para proliferar.

    As recomendações para evitar os transtornos são secar bem os pés após o banho, tentar evitar o uso frequente de acessórios fechados e de meias, e deixar diariamente os sapatos em lugares arejados ou com sol.


  6. Que calçado usar para fazer exercícios?

    Publicado por boaonda em 1 de dezembro de 2011

    Nos últimos anos, muitas pessoas estão praticando corrida. A discussão do momento para os amantes do esporte é se devem ou não usar um calçado para correr. Muita gente acha que não há nenhum problema em sair com os pés no chão.

    Com tênis, os pés tocam o chão primeiro com o calcanhar e depois rolam até a ponta dos dedos. Quando se está descalço, a primeira parte do pé a chegar no chão é a ponta. Com isso, musculaturas diferentes são acionadas em cada caso.

    Quanto ao inpacto sobre as articulações, a pisada sem sapato parece contar com o amortecimento natural dos movimentos dos pés.

    A orientação para a maioria é escolher o calçado correto, principalmente para atividade esportiva. O calçado deve sempre ser bem confortável e respeitar o biotipo de cada um.


  7. 7 Dicas para pés mais bonitos

    Publicado por boaonda em 30 de novembro de 2011

    Os pés são responsáveis por nosso transporte, aguentam o peso do nosso corpo, mas geralmente, são os mais esquecidos em matéria de cuidados.

    Acompanhe as 7 dicas abaixo para cuidar bem dos seus pés:

    Foto: 7 Dicas para pés mais bonitos

    1. Lixe os pés semanalmente para afinar a pele. Faça leves movimentos para retirar a parte grossa da pele, preferencialmente após o banho.
    2. Amoleça a pele dos pés deixando-os de molho em água morna com vinagre. Depois massageie os pés com óleo de amêndoas ou creme hidratante.
    3. Apare as unhas a cada 15 dias, sempre após o banho.
    4. Retire o excesso de cutícula cuidadosamente com um alicate de unha.
    5. Passe sabonete e esponja entre os dedos para evitar mau cheiro e chulé.
    6. Mesmo que a pele dos pés seja grossa e resistente, passe protetor solar neles.
    7. Os calos aparecem com sapatos apertados. Use sapatos e sandálias confortáveis.