1. As caveiras vão pegar você

    Publicado por boaonda em 1 de junho de 2012

    Elas já foram de uso exclusivo dos punks e metaleiros, e agora fazem parte dos looks casuais e despojados. As caveiras estão em alta nas produções e confecções de roupas, acessórios e calçados.

    Image

    O mais legal, é que as combinações com a caveira agora usam cores vibrantes, o que deixa o look mais alegre e desmistifica o ar pesado que elas traziam. Além disso, a moda do caveirismo tem admitido até caveiras fofinhas e femininas, com laços e detalhes que passam bem longe do estilo punk, variando os looks do rock´n roll ao romântico.

    No sapatos, a caveira pode aparecer de estampas até detalhes mais elaborados. Pesando nesta tendência, a boaonda desenvolveu modelos de sapatos femininos que trazem a caveira como detalhe principal.

    Image

     


  2. Do ballet para o dia a dia

    Publicado por boaonda em 2 de maio de 2012

    Uma das opções mais confortáveis e práticas de calçados femininos é a sapatilha. Inspiradas nas clássicas danças do ballet, caracterizam o romantismo, e apresentam uma variedade de modelos e materiais que combinam facilmente com qualquer estilo.

    Mas esta moda da sapatilha não é recente. No século XVI, na França, sapatos de salto não eram comuns. Até a ala masculina optava por usar sapatos baixos que lembram muito as sapatilhas queImage usamos hoje em dia. A reviravolta aconteceu quando Catarina de Médici, rainha consorte da França durante o século XVI, pediu que colocassem 2 cm de salto em seu sapato de casamento. Era o fim das rasteiras.
    As sapatilhas só voltaram a fazer parte do cenário calçadista em 1956, quando Brigitte Bardot, que fez ballet clássico por muitos anos, pediu que fizessem um modelo de sapatilha que ela pudesse usar no dia a dia. Rose Repetto, idealizou para Brigitte o modelo de sapatilha Cendrillon, que posteriormente foi usado pela atriz em uma cena em que dançava mambo no filme “ E Deus criou a Mulher”, e desfilou pelo tapete vermelho com seu par de sapatilhas, no Festival de Cannes do mesmo ano. Mais tarde, cerca de um ano depois, a popularização da sapatilha estava instaurada, quando Audrey Hepburn usou um modelo de sapatilha no filme Cinderela em Paris.

    ImageImageImage

     

     

     

     

    Desde então a sapatilha tem figurado nos pés femininos, trazendo leveza, conforto e elegância. Na boaonda as sapatilhas estão em alta. São 8 modelos diferentes para você escolher. Confira no nosso site: www.boaonda.com.br

     

    Image


  3. Máquina de Sapatos

    Publicado por boaonda em 11 de janeiro de 2012

    A ideia tem tudo para ser um sucesso entre a mulherada que adora dançar. Pelo menos é o que esperam os ingleses da Rollasole. Eles criaram uma vending machine que oferece por cinco libras um produto no mínimo inusitado: sapatilhas! Instaladas em clubes noturnos e em qualquer outro lugar que tenha uma pista de dança, basta colocar o dinheiro, escolher o tamanho e uma das 3 opções de cores.

    Perfeita para quem literalmente quer descer do salto, a Rollasole vem enroladinha e é superconfortável.


    As casas noturnas com a novidade por enquanto estão apenas no Reino Unido, mas a idéia é expandir para outros lugares. Será que a moda pegaria por aqui?


  4. História do Calçado

    Publicado por boaonda em 27 de dezembro de 2011

    Existem evidências que mostram que a história do sapato começa a partir de 10.000 a.C., ou seja, no final do período paleolítico. Entre os utensílios de pedra dos homens das cavernas existem vários que serviam para raspar as peles, o que indica que a arte de curtir é muito antiga.

    história-do-sapato-idade-média
    Nos hipogeus egípcios (câmaras subterrâneas usadas para enterros múltiplos), que têm idade entre 6 e 7 mil anos, foram descobertas pinturas que representavam os diversos estados do preparo do couro e dos calçados. Sabe-se também que apenas os nobres da época possuíam sandálias.

    história-do-sapato-mesopotamia

    Na Mesopotâmia eram comuns sapatos de couro cru amarrados aos pés por tiras. Os coturnos eram símbolo de alta posição social.
    Os Gregos chegaram a lançar moda como a de modelos diferentes para pés direitos e esquerdo.

    história-do-sapato-sandália-de-couro-judia
    Na idade média tanto homens como mulheres usavam sapatos de couro abertos que tinham uma forma semelhante à das sapatilhas.